X


Postado há 6 dias

Precisamos nos preparar – Falta d’água

10 perguntas para Seth M. Siegel, ativista e escritor

Estamos diante de um risco global. A falta d’água é um problema que afeta todas as regiões do planeta e pode, inclusive, gerar conflitos entre nações. Mas, se nos planejarmos direitinho, tudo vai ficar bem. Essa é a opinião de Seth M. Siegel, ativista e escritor americano, autor do livro “Faça-se a Água”, lançado recentemente no Brasil pela editora Educ, que pertence à PUC de São Paulo.

 

“Podemos, sim, encarar um apocalipse”, diz Siegel. “Mas, também é possível nos tornarmos mais espertos.” O maior exemplo, diz o escritor, é Israel. O país está localizado na região mais seca do mundo e, mesmo assim, não tem problemas com água e produz todos os vegetais que consome.

 

Confira a entrevista:

O mau uso da água é um problema global e, há muito tempo, se fala que a falta dela pode levar ao apocalipse. Sua visão é um pouco mais otimista, sem, no entanto, diminuir o tamanho do problema. Por que?
Muitas pessoas que leem meu livro esperam deparar apenas com coisas ruins. Mas a realidade é que, se planejarmos corretamente, tudo vai ficar bem. Agora, quero deixar uma coisa muito clara, podemos, sim, encarar um apocalipse. Mas também é possível nos tornarmos mais espertos, como Israel, e evitarmos o fim do mundo.

Em seu livro, o sr. aborda, também, a questão geopolítica da água. Haverá conflitos, no futuro, relacionados a esse recurso?
É possível. Mas o oposto disso também é. Se a água for utilizada como uma forma de engajamento, ela pode ser, inclusive, um motivo para a resolução de conflitos. É o que Israel tem feito. Podemos ter guerras relacionadas à água? Claro que sim. Mas meu palpite é que não teremos.

Agora, e se os governos falharem, as empresas podem liderar esse movimento para utilizar melhor os recursos hídricos?
As empresas, sozinhas, não vão liderar. Existem muitos componentes na sociedade: governo, universidades, corporações, organizações não governamentais, etc. Cada um deles tem um papel para o futuro. Trata-se de um esforço coordenado.

Quais tecnologias podem ser utilizadas nesse processo de melhorar o uso dos recursos hídricos? Elas são acessíveis a países em desenvolvimento?
Primeiramente, a agricultura absorve a maior parte da água. Então, mude para um sistema de irrigação por gotejamento. Em segundo lugar, é preciso considerar que a população produz um grande volume de esgoto. Mas isso é previsível. Todo mundo faz praticamente a mesma quantidade de xixi e dá o mesmo número de descargas por dia. Então, é possível saber exatamente a quantidade de água que vai pelo ralo, que pode ser tratada em alto nível e reutilizada para agricultura. Em terceiro lugar, nas regiões costeiras, é viável dessalinizar a água. Por último, se você conserta seus vazamentos, economiza uma quantidade enorme de água. Israel, como a maioria dos países, perdia cerca de um terço da sua água dessa maneira. Hoje, a taxa de perda está em 9% e a meta é chegar a 5%.

O Brasil tem mais de 10% de toda a água potável do mundo. Mesmo assim, sofremos com a escassez e com o racionamento. O que o País está fazendo errado?
Sim, é verdade que o Brasil tem a maior reserva de água do mundo, na Amazônia. Mas, o problema é que a água, muitas vezes, não está localizada onde as pessoas estão. Usar as condições climáticas como desculpa, por outro lado, é inaceitável. O motivo pelo qual escrevi o livro é por estarmos diante de um risco global. Precisamos nos preparar para a falta d’água e não adianta rezar. É preciso mudar a agricultura, construir a infraestrutura para o reuso da água, desenvolver usinas de dessalinização e usar a tecnologia para evitar vazamentos nas tubulações. Se você fizer tudo isso, é impossível ficar sem água, a menos que aconteça uma catástrofe.

Rezar para chover é o que nossos ancestrais faziam. Não parece uma boa ideia nos dias de hoje…
Não tenho nada contra rezar. Mas se você fizer apenas isso, e nada mais, irá se decepcionar.

No Brasil, as perdas por vazamento giram em torno de 40% a 50%.
Exato. Pense a respeito. Se, há cinco anos, a decisão de consertar os encanamentos tivesse sido tomada, hoje o País teria mais água do que conseguiria usar. Nesse nível de eficiência, basicamente, você está usando dois anos de estoque para dar conta de um.

Uma petroleira que perde 40% da sua produção em vazamentos é uma empresa inviável. Por que se permite esse nível de ineficiência na distribuição de água?
A diferença é que pagamos pelo petróleo. Quando colocamos gasolina no carro, queremos pagar US$ 1 por litro, e não US$ 2. A água, por sua vez, é vista como algo que obtemos de graça, como o ar. Enquanto abrirmos a torneira e a água estiver saindo, estará tudo bem. É preciso que os líderes enxerguem o problema e que o público seja educado a respeito da importância da água. É possível fazer isso no Brasil. Eu sei disso porque Israel vem fazendo há anos. O país tem a população que mais cresce no mundo, uma economia pujante e está na região mais seca do planeta. Mesmo assim, provê água para a população 24 horas por dia e produz todos os vegetais que consome. Israel chega a exportar água, sendo responsável por 10% do abastecimento da Jordânia.

Durante a recente crise hídrica enfrentada pelo Sudeste brasileiro, muitas pessoas passaram a economizar e a reutilizar a água. Mas, com a volta das chuvas e os reservatórios cheios, a preocupação arrefeceu…
Sim e, por sinal, eu garanto uma coisa: vai faltar água de novo. Haverá outra seca e, se o Brasil não usar esse tempo para se preparar, será ainda pior.

Em relação a Israel, a água também se tornou um negócio que traz lucros?
É um mercado multibilionário. É um bom negócio por duas razões: primeiramente, Israel exporta suas tecnologias para vários países. Em segundo lugar, nenhum empresário israelense precisa se preocupar com a falta d’água, que é um risco para a maioria das empresas.

Artigo publicado por: IstoÉ Dinheiro
Escrito por: Rodrigo Caetano – Data 01 de setembro de 2017



Postado há 1 mês

Lavanderia para todos!

Lavar roupa sempre fez parte do cotidiano de Tatiane Lobato, 41, que desde pequena ajudava nas tarefas de casa enquanto sua mãe trabalhava fora. Mas, aos 30 anos, quando precisou de uma lavanderia e percebeu que não havia nenhuma perto de onde vive, em Carapicuíba (SP), foi que veio a sacada de transformar a tarefa doméstica em empreendedorismo.

“Existe um mito de que só rico usa lavanderia, mas rico tem casa grande, máquina e gente para lavar roupa. Aqui é que precisa. As casas são pequenas, não têm máquinas e as mulheres são arrimo de família”, conta ela, que abriu a primeira lavanderia em 2007 e, hoje, tem quatro unidades e mudou completamente de vida.

Primeiro emprego aos 13
Foi a avó de Tatiane que a ensinou a lavar roupa. Seu pai morreu quando tinha cinco anos e ela e os quatro irmãos passaram a ficar aos cuidados da avó, enquanto a mãe trabalhava. “Ela achava que, para eu ser uma mulher ideal, precisava lavar e passar”.  Então, no segundo ano do fundamental, a menina já era responsável por parte dos afazeres da casa.

Aos 13 anos, começou a trabalhar fora de casa, em uma barraca de pastel, para ter dinheiro para suas roupas e sapatos. A partir daí, nunca mais saiu do mercado. “Tinha o sonho de fazer faculdade, mas era caro e eu não conseguia me dedicar aos estudos, com o trabalho”. Trabalhou no comércio a maior parte da vida e não tinha planos de mudar. Mas, em 2004, um divórcio complicado abalou sua vida e a fez repensar tudo. “Eu me sentia desperdiçada no que fazia”, lembra. Ela sabia que precisava mudar, mas não sabia o que faria. “Eu não tinha dinheiro e não sabia por onde começar”.

Com um empréstimo e uma ideia, pediu demissão
Em 2006, foi convidada para um casamento muito chique e precisou pegar um vestido emprestado. Na hora de devolver, quis levar em uma lavanderia, mas não encontrou nenhuma na periferia. “Isso me chamou atenção e me veio o pensamento: eu sei fazer isso, por que não?”.

Com a ideia de que existia ali um nicho de mercado e sabendo que os custos iniciais seriam baixos, decidiu investir. Pegou um empréstimo de R$ 7 mil, pediu demissão e alugou um ponto para abrir sua lavanderia. Mas como a grana era curta, começou o negócio sem equipamentos: fechou parcerias com outras lavanderias e seu trabalho consistia em receber as roupas, levar para lavar, buscar e devolver. “Mas, às vezes, demorava ou a lavagem vinha malfeita. Então, decidi fazer isso eu mesma”.

Tatiane pegou a máquina de lavar da sua casa, levou para a loja e decidiu resolver tudo sozinha, com mais cuidado e atenção à qualidade do serviço. Desde então, começou a formar seu público.

“A gente cresceu muito e quase faliu”
Em 2008, ela engravidou e precisou contratar sua primeira funcionária. Em 2010, abriu sua primeira filial, em outro bairro de Carapicuíba. Em 2011, já eram três lojas e o novo marido decidiu fechar seu bar para se tornar sócio. Tudo parecia ir muito bem, mas, em 2012, o negócio quase faliu. “A gente cresceu muito e eu não estava dando conta de fazer aumentar o faturamento em proporção”, lembra. Tatiane decidiu, então, que precisava estudar.

Ela se inscreveu para um curso para mulheres empreendedoras na FGV e foi selecionada. O trabalho para ter o certificado era fazer um plano de negócios que dobrasse seu faturamento. “Eu comecei a aplicar tudo que via nas aulas. Negociação com fornecedor, contabilidade, marketing… Assim fui conseguindo profissionalizar a lavanderia”. No fim do curso, ainda ganhou uma consultoria profissional para ajudar nas ações para colocar seu plano em pé. O resultado: o faturamento foi de R$ 147 mil, no ano anterior, para R$ 340 mil.

“Foi o primeiro ano que não precisei pegar empréstimo para pagar o 13º dos funcionários e até pudemos fazer uma viagem de fim de ano em família”.


Faturamento chega a R$ 700 mil
Desde então, o crescimento da rede se manteve e a qualidade de vida de Tatiane só aumentou. A viagem no fim de ano virou tradição. “Todo ano fazemos um cruzeiro”. Também comprou sua casa própria e faz de tudo para dar aos filhos os confortos que não teve. “Sempre dividi quarto, eles têm cada um o seu”. Em 2014, Tatiane pode realizar o sonho de fazer faculdade e começou a estudar administração. Ela se forma no final do ano.

Atualmente, as quatro lojas da Magic Clean têm 10 empregados e, em 2017, o faturamento chegou a R$ 707 mil. O plano era crescer ainda mais em 2018, mas “a crise, a política, a Copa, tudo está deixando mais difícil. Espero ao menos manter o faturamento do ano passado”.

Artigo publicado por: Universa UOL

Escrito por: Helena Bertho – Data 20 de junho de 2018



Postado há 2 meses

Lavemcasa agora em Goiânia

Para facilitar o dia a dia: serviço de lavanderia on demand chega a Goiás.
App Lavemcasa oferece plataforma que busca, lava, passa e entrega roupas a partir de pedidos online.

Os aplicativos on demand se tornaram populares nos últimos anos. Para o lazer, se locomover na cidade ou escolher uma hospedagem para a próxima viagem, diversos são os apps que trazem comodidade para o dia a dia agitado. Entre as dezenas de opções, a novidade chega com os serviços que prometem otimizar até as tarefas de casa, como lavar roupas. A Lavemcasa, plataforma de lavanderia online via aplicativo, que oferece ao usuário a oportunidade de realizar e acompanhar pedidos de lavanderia em poucos cliques, já está no mercado e acaba de chegar a Goiás.

Atuando nas cidades de São Paulo, Brasília, Curitiba e Belo Horizonte, a Lavemcasa passa a oferecer seus serviços em Goiânia e em Aparecida de Goiânia a partir do dia 18 de junho. Por meio de um sistema de geolocalização, a plataforma mostra os endereços onde busca, lava, passa e entrega qualquer quantidade de roupas disponível.

A Lavemcasa permite que o cliente, por meio do app, faça seus pedidos de lavanderia de acordo com a sua necessidade (on demand). Também possibilita a compra de pacotes de assinatura mensal de roupas no quilo (peças do dia a dia, incluindo cama, mesa e banho) e camisas sociais.

“A lavanderia on demand é uma forma moderna e sustentável de ajudar o cliente a otimizar seu tempo e reduzir seus gastos com água e energia. Tendo todo o controle do processo pelo app e podendo solicitar a entrega e retirada das peças a qualquer momento, esse consumidor pode se dedicar a outras tarefas do dia a dia ou priorizar o lazer e a família”, afirma Fabrício Sucupira, diretor-executivo da Lavemcasa.

 

Fabrício também reforça o importante ganho que o app traz para as lavanderias. Com o modelo tradicional de procura direta nas lojas físicas, o segmento perde com sistemas burocráticos e com o encalhe de peças esquecidas pelos clientes.

“O modelo da Lavemcasa é um ganha-ganha para os dois lados. Ganham as lavanderias que conseguem utilizar sua capacidade ociosa e corrigir falhas nos processos e ganham também os consumidores, no conforto e na comodidade, com um serviço acessível”, diz.

 

O aplicativo Lavemcasa pode ser encontrado tanto na Play Store (Android) quanto na Apple Store (iOS) e instalado em qualquer dispositivo móvel.

Como usar a Lavemcasa

Faça o download gratuito do aplicativo na PlayStore (Android) ou na Apple Store (iOS) e instale-o em seu dispositivo móvel. Depois de criar uma conta, acesse a seção Sua Conta para inserir seus dados pessoais, especificando o endereço de retirada e entrega.

Após a realização do cadastro, escolha o tipo de peça ou acessório que deseja obter o serviço na página inicial ou, se preferir, utilize a busca para selecionar roupas e planos. Em Sua Cesta você pode verificar todos os itens selecionados, escolher as datas de coleta e entrega e finalizar o pedido. O aplicativo permite também acompanhar toda a execução do serviço.

Sobre a Lavemcasa

Fundada em novembro de 2015, a Lavemcasa é uma startup que oferece serviço de lavanderia online com atendimento personalizado via aplicativo (Android e iOS). A marca, que está presente nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília, recentemente fechou parceria com a Laundrapp, líder do segmento no Reino Unido para utilizar a tecnologia que já foi testada na região, além de Austrália e Nova Zelândia. No inverno de 2017, a Lavemcasa ganhou destaque nas manchetes nacionais quando se juntou a diversas empresas em Belo Horizonte em uma grande Campanha do Agasalho, que transformou moradores de rua em modelos de um editorial de moda.



Postado há 2 meses

Serviços ON DEMAND

Nosso CEO & Founder da Lavemcasa, Fabrício Sucupira, participou na última sexta-feira, dia 01/06/2018, de uma matéria da Globo News sobre as novas tendências e serviços on demand por aplicativo. Na entrevista, ele fala sobre os benefícios e praticidade de um serviço de lavanderia por App e destaca os diferenciais da Lavemcasa.

Trecho do programa Conta Corrente, edição de sexta-feira 01/06/2018, Globo News.
Programa na íntegra: https://globosatplay.globo.com/globon…

Aproveite mais o seu #tempolivre
Deixe que a sua roupa, a Lavemcasa: busca, lava, passa e entrega!



Postado há 2 meses

APP e suas comodidades

Nosso Gerente de Operações SP da Lavemcasa, Bruno Sevieri, participou no dia 03/02/2018, de uma matéria da Record News . Na entrevista, ele fala sobre os benefícios e praticidade de um serviço de lavanderia por App e destaca os diferenciais da Lavemcasa.

Trecho do programa Foco & Gestão, edição #039 em 03/02/2018, na Record News.
Programa na íntegra: https://youtu.be/EGzB9TbFij8

Aproveite mais o seu #tempolivre
Deixe que a sua roupa, a Lavemcasa: busca, lava, passa e entrega!



Postado há 2 meses

Novas tecnologias & Parcerias de Sucesso

Nosso CEO & Founder da Lavemcasa, Fabrício Sucupira, participou no dia 31/01/2018, de uma matéria da TV Canção Nova sobre as novas tendências e serviços on demand por aplicativo. Na entrevista, ele fala sobre os benefícios e praticidade das parcerias entre a Lavemcasa e as lavanderias e sobre os serviços por App.

Trecho do programa CN Notícias, edição de 31/01/2018, na TV Canção Nova.
Programa na íntegra: https://www.youtube.com/watch?v=JucuF…

Aproveite mais o seu #tempolivre
Deixe que a sua roupa, a Lavemcasa: busca, lava, passa e entrega!



Postado há 3 meses

Operação Lavemcasa

Lavemcasa realiza ação especial e distribui brindes e descontos pelo Brasil.
Divulgação do serviço de lavanderia on demand envolverá mais de 100 pessoas nas cidades de Belo Horizonte, Nova Lima, São Paulo, Curitiba e Brasília.

A Lavemcasa, aplicativo que busca, lava, passa e entrega roupas, realizará uma ação especial. Na próxima quarta-feira, 9, serão distribuídos brindes e descontos em mais de 50 pontos das cidades de Belo Horizonte, Nova Lima, São Paulo, Curitiba e Brasília. Mais de 100 pessoas estarão envolvidas na divulgação em bairros como Pinheiros (São Paulo), Savassi (Belo Horizonte), Centro de Tabatinga (DF) e Praça da Espanha (Curitiba).

“Com a agenda cheia, as pessoas têm cada vez mais dificuldades em dar conta das tarefas diárias. Por isso, queremos mostrar que a Lavemcasa é uma opção inovadora, sustentável, econômica e prática para o dia a dia”, afirma o CEO Fabrício Sucupira.

 

Além do atendimento on demand, ou seja, de acordo com a necessidade do cliente, a Lavemcasa disponibiliza pacotes de assinatura mensal de roupas por quilo e um específico para camisas sociais em Belo Horizonte (MG) e em São Paulo (SP). Criada em 2015, a startup está em processo de expansão.

Campanha realizada o Instagram @lavemcasa. 

Como usar a Lavemcasa

Faça o download gratuito do aplicativo na PlayStore (Android) ou na Apple Store (iOS) e instale-o em seu dispositivo móvel. Depois de criar uma conta, acesse a seção Sua Conta para inserir seus dados pessoais, especificando o endereço de retirada e entrega.

Após a realização do cadastro, escolha o tipo de peça ou acessório que deseja obter o serviço na página inicial ou, se preferir, utilize a busca para selecionar roupas e planos. Em Sua Cesta você pode verificar todos os itens selecionados, escolher as datas de coleta e entrega e finalizar o pedido. O aplicativo permite também acompanhar toda a execução do serviço.

Sobre a Lavemcasa

Fundada em novembro de 2015, a Lavemcasa é uma startup que oferece serviço de lavanderia online com atendimento personalizado via aplicativo (Android e iOS). A marca, que está presente nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília, recentemente fechou parceria com a Laundrapp, líder do segmento no Reino Unido para utilizar a tecnologia que já foi testada na região, além de Austrália e Nova Zelândia. No inverno de 2017, a Lavemcasa ganhou destaque nas manchetes nacionais quando se juntou a diversas empresas em Belo Horizonte em uma grande Campanha do Agasalho, que transformou moradores de rua em modelos de um editorial de moda.



Postado há 4 meses

(+)Sustentável = (-)Gastos

Lavanderias ajudam na economia de água e redução de gastos.
Sustentáveis, serviços podem reduzir consumo em mais de 400 litros por semana.

Algumas peças de roupas acumuladas, uma lavagem na semana e lá se vão 414 litros de água. Segundo a Sabesp, são gastos até 279 litros ao lavar roupas com a torneira aberta por 15 minutos. Ao completar a limpeza com uma máquina de lavar de 5 kg, mais 135 litros são utilizados por ciclo. Isso quando o processo é feito uma vez por semana e com o cesto cheio.

Por conta da rotina cheia e falta de tempo, o número de lavagens acaba aumentando e a conta de água pesa no bolso no fim do mês. Uma alternativa mais econômica e sustentável são os serviços de lavanderia, que ficaram ainda mais práticos. O Lavemcasa, por exemplo, é um aplicativo on demand que busca, lava, passa e entrega roupas. O serviço oferece planos individuais e familiares para roupas dia a dia ou camisas sociais.

Para a criação do aplicativo, foi realizado um estudo do gasto médio de água para oferecer um serviço de qualidade.

“Desde o início tínhamos em mente a questão da economia e sustentabilidade. Percebemos que faltava uma opção no mercado que trouxesse praticidade para o dia a dia a um preço justo”, afirma o CEO Fabrício Sucupira.

 

O consumo semanal com lavagem de roupas é expressivo e equivalente à quatro banhos de 20 minutos, fazendo uma conta rápida. Além da questão financeira, as lavanderias também ajudam na preservação de um recurso cada vez mais escasso: a água.

“Somando as quatro cidades onde atuamos, se cada habitante lavasse as roupas uma vez por semana o gasto total com água só para esse fim seria de quase 8 bilhões de litros de água”, afirma o CEO.

 

A Lavemcasa atua em São Paulo, Curitiba, Brasília e Belo Horizonte com atendimento sob demanda e pacotes mensais para roupas do dia e camisas sociais. Em expansão pelo país, a startup quer levar sua tecnologia para mais cidades, ajudar na redução de gastos de mais famílias e revitalizar o mercado de lavanderias.

Como usar a Lavemcasa

Faça o download gratuito do aplicativo na PlayStore (Android) ou na Apple Store (iOS) e instale em seu dispositivo móvel. Depois de criar uma conta, acesse a seção Sua Conta para inserir seus dados pessoais, especificando o endereço de retirada e entrega.

Após a realização do cadastro, escolha o tipo de peça ou acessório que deseja obter o serviço na página inicial ou, se preferir, utilize a busca para selecionar roupas e planos. Em Sua Cesta você pode verificar todos os itens selecionados, escolher as datas de coleta e entrega e finalizar o pedido. O aplicativo permite também acompanhar toda a execução do serviço.

Sobre a Lavemcasa

Fundada em novembro de 2015, a Lavemcasa é uma startup que oferece serviço de lavanderia online com atendimento personalizado via aplicativo (Android e iOS). A marca, que está presente nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília, recentemente fechou parceria com a Laundrapp, líder do segmento no Reino Unido para utilizar a tecnologia que já foi testada na região, além de Austrália e Nova Zelândia. No inverno de 2017, a Lavemcasa ganhou destaque nas manchetes nacionais quando se juntou a diversas empresas em Belo Horizonte em uma grande Campanha do Agasalho, que transformou moradores de rua em modelos de um editorial de moda.



Postado há 5 meses

Lavemcasa agora em Brasília

Brasília ganha primeiro serviço de lavanderia por aplicativo.
Plataforma que busca, lava, passa e entrega roupas a partir de pedidos online chega à capital.

A cidade de Brasília acaba de ganhar um novo serviço que oferece ao usuário a oportunidade de realizar e acompanhar pedidos de lavanderia via aplicativo. Por meio de um sistema de geolocalização, a Lavemcasa, plataforma de lavanderia online via aplicativo, mostra os endereços onde busca, lava, passa e entrega qualquer quantidade de roupas disponível.

A Lavemcasa permite que o cliente, por meio do app, faça seus pedidos de lavanderia de acordo com a sua necessidade (on demand). Também possibilita a compra de pacotes de assinatura mensal de roupas no quilo (peças do dia a dia, incluindo cama, mesa e banho) e camisas sociais. O aplicativo Lavemcasa pode ser encontrado tanto na Play Store (Android) quanto na Apple Store (iOS), e pode ser instalado em qualquer dispositivo móvel.

“A lavanderia delivery é uma ótima opção para economizar tempo de forma sustentável e moderna, sem se preocupar com o consumo excessivo de água e energia. Estamos muito contentes em poder oferecer essa comodidade aos brasilienses”, disse Fabrício Sucupira, diretor-executivo da Lavemcasa.

 

Em Brasília, a Lavemcasa já está disponível para endereços localizados nos bairros Vila Planalto, Asa Norte (setores SGAN, SHN, SHTN, SCEN), Lago Norte (setores SHIN-CA e Noroeste), Asa Sul (setores SHS, Sudoeste e Octogonal), Guará (setor SGCV – Park Sul). O serviço de lavanderia via aplicativo já chegou às cidades de São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba.

Como usar a Lavemcasa

Faça o download gratuito do aplicativo na PlayStore (Android) ou na Apple Store (iOS) e instale-o em seu dispositivo móvel. Depois de criar uma conta, acesse a seção Sua Conta para inserir seus dados pessoais, especificando o endereço de retirada e entrega.

Após a realização do cadastro, escolha o tipo de peça ou acessório que deseja obter o serviço na página inicial ou, se preferir, utilize a busca para selecionar roupas e planos. Em Sua Cesta você pode verificar todos os itens selecionados, escolher as datas de coleta e entrega e finalizar o pedido. O aplicativo permite também acompanhar toda a execução do serviço.

Sobre a Lavemcasa

Fundada em novembro de 2015, a Lavemcasa é uma startup que oferece serviço de lavanderia online com atendimento personalizado via aplicativo (Android e iOS). A marca, que está presente nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília, recentemente fechou parceria com a Laundrapp, líder do segmento no Reino Unido para utilizar a tecnologia que já foi testada na região, além de Austrália e Nova Zelândia. No inverno de 2017, a Lavemcasa ganhou destaque nas manchetes nacionais quando se juntou a diversas empresas em Belo Horizonte em uma grande Campanha do Agasalho, que transformou moradores de rua em modelos de um editorial de moda.



Postado há 6 meses

Lavemcasa agora em Curitiba

Curitiba ganha o primeiro serviço de lavanderia por aplicativo.
Plataforma que busca, lava, passa e entrega roupas a partir de pedidos online chega à capital paranaense.

A cidade de Curitiba acaba de ganhar um novo serviço que oferece ao usuário a oportunidade de realizar e acompanhar pedidos de lavanderia via aplicativo. Por meio de um sistema de geolocalização, a Lavemcasa, plataforma de lavanderia online via aplicativo, mostra os endereços onde busca, lava, passa e entrega qualquer quantidade de roupas disponível.

A Lavemcasa permite que o cliente, por meio do aplicativo, faça os seus pedidos de lavanderia de acordo com a sua necessidade (on demand). Também possibilita a compra de pacotes de assinatura mensal de roupas no quilo (peças do dia a dia, incluindo cama, mesa e banho) e camisas sociais. O aplicativo Lavemcasa pode ser encontrado tanto na Play Store (Android) quanto na Apple Store (iOS), e instalado em qualquer dispositivo móvel.

“A lavanderia delivery é uma ótima opção para economizar tempo de forma sustentável e moderna, sem se preocupar com o consumo excessivo de água e energia. Estamos muito contentes em poder oferecer essa comodidade aos curitibanos”, disse Fabrício Sucupira, diretor-executivo da Lavemcasa.

 

Em Curitiba, a Lavemcasa já está disponível para endereços localizados nos bairros da Água Verde, Ahu, Alto da Glória, Alto da Rua XV, Batel, Bigorrilho, Bom Retiro, Cabral, Campo Comprido, Centro, Centro Cívico, Cristo Rei, Hugo Lange, Jardim Botânico, Jardim Social, Juvevê, Mercês, Mossunguê, Prado Velho, Rebouças e São Francisco. O serviço de lavanderia via aplicativo já chegou às cidades de São Paulo e Belo Horizonte.

Como usar a Lavemcasa

Faça o download gratuito do aplicativo na PlayStore (Android) ou na Apple Store (iOS) e instale-o em seu dispositivo móvel. Depois de criar uma conta, acesse a seção Sua Conta para inserir seus dados pessoais, especificando o endereço de retirada e entrega. Após a realização do cadastro, escolha o tipo de peça ou acessório que deseja obter o serviço na página inicial ou, se preferir, utilize a busca para selecionar roupas e planos. Em Sua Cesta você pode verificar todos os itens selecionados, escolher as datas de coleta e entrega e finalizar o pedido. O aplicativo permite também acompanhar toda a execução do serviço.

Sobre a Lavemcasa

Fundada em novembro de 2015, a Lavemcasa é uma startup que oferece serviço de lavanderia online com atendimento personalizado via aplicativo (Android e iOS). A marca, que está presente nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba, recentemente fechou parceria com a Laundrapp, líder do segmento no Reino Unido para utilizar a tecnologia que já foi testada na região, além de Austrália e Nova Zelândia. No inverno de 2017, a Lavemcasa ganhou destaque nas manchetes nacionais quando se juntou a diversas empresas em Belo Horizonte em uma grande Campanha do Agasalho, que transformou moradores de rua em modelos de um editorial de moda.